Encontro destinado ao Núcleo de Contadores do Centro Empresarial de Flores da Cunha buscou discutir as exigências do Bloco K e apresentou soluções inteligentes para a gestão de produção e estoques de empresas.

Após diversas prorrogações, a partir de 2017, empresas com faturamento superior a R$ 300 milhões ao ano passaram a entregar o Bloco K, versão digital do Livro Registro do Controle de Produção e de Estoque, integrante do SPED (Sistema Público de Escrituração Digital).

Esse documento é entregue de forma mensal ao Fisco e deve obrigatoriamente corresponder às informações emitidas no Bloco H (escrituração de estoque), entregue uma vez ao ano. Em caso de divergência de dados, empresas podem receber multas.

Em janeiro deste ano, foi a vez das indústrias com faturamento anual igual ou superior a R$ 78 milhões entrarem para a obrigatoriedade. Porém, até 2019, todas indústrias e empresas atacadistas (pertencentes a classificação da CNAE 462 e 469*) estarão obrigadas a essa entrega.

Para trazer mais informações aos profissionais da contabilidade e debater soluções tecnológicas para gestão de empresas, a Group Sistemas promoveu um bate-papo sobre o Bloco K no Centro Empresarial de Flores da Cunha (RS).  

A conversa foi guiada por Rodrigo Baroni, CEO da Group Sistemas e por Marcos Cristiano Coelho, Consultor de Processos Industriais e Gestão da Inovação. Com 25 participantes do Núcleo de Contadores, grupo coordenado pelo contador Márcio Costa, o encontro ocorreu na sede da entidade na noite da última quinta-feira, 02 de agosto.

O bate-papo buscou aprofundar as exigências estabelecidas pela Receita Federal a partir dos registros presentes no Bloco K, destinados aos diferentes segmentos de indústrias e atacadistas. A emissão legal deste documento está diretamente ligada aos processos produtivos das empresas e com a correta transmissão das informações de cada operação e etapa do processo entre os setores.

Para isso, o desafio é estruturar uma cultura empresarial voltada à organização e planejamento da produção, com o intuito de garantir que todos os processos estejam alinhados e devidamente informados. Assim, é possível evitar certos erros através de uma melhor divulgação e compreensão de informações relacionadas a atividade contábil, que podem ser orientadas pelos contadores aos seus clientes, bem como pelas empresas de software de gestão.

“O grande desafio das empresas é a agilidade na adequação dos processos e a utilização das informações geradas em favor do negócio. Mesmo sabendo que toda mudança gera desconforto no início, é fundamental que essa obrigatoriedade seja encarada como uma oportunidade de profissionalizar a gestão da produção e dos estoques. Também, quanto a mercado, se evidencia a promoção do equilíbrio no cenário produtivo dos concorrentes”, destaca Rodrigo Baroni, CEO da Group Sistemas.

O encontro também foi realizado com o intuito de mostrar soluções tecnológicas para gerenciar os processos produtivos das empresas e ainda mediar o envio das informações ao Fisco. Processos como controle de estoque, utilização e perdas de matérias-primas, produção e faturamento, dificilmente conseguem ser controlados com êxito a partir de registros manuscritos ou planilhas. Para isso, empresas terão que investir em ferramentas mais eficientes e inteligentes, como um sistema de gestão, para auxiliar na administração do negócio como um todo.

Também com o Bloco K, a fiscalização torna-se mais rigorosa pela Receita Federal, o que dificulta a ação de empresas que tentam burlar o Fisco. “Com essa obrigatoriedade todos os players da cadeia produtiva acabam tendo suas chances de atuação informal eliminadas, visto que os registros do bloco K contemplam todas as operações relacionadas direta ou indiretamente com a produção, como por exemplo, compras, consumos, terceirizações, componentes de cada item produzido e obviamente vendas, entre outras”, conclui Baroni.

*Classificação CNAE
Grupos 462 a 469
462 COMERCIO ATACADISTA DE MATERIAS-PRIMAS AGRICOLAS E ANIMAIS VIVOS
463 COMERCIO ATACADISTA ESPECIALIZADO EM PRODUTOS ALIMENTICIOS, BEBIDAS E FUMO
464 COMERCIO ATACADISTA DE PRODUTOS DE CONSUMO NAO-ALIMENTAR
465 COMERCIO ATACADISTA DE EQUIPAMENTOS E PRODUTOS DE TECNOLOGIAS DE INFORMACAO E COMUNICACAO
466 COMERCIO ATACADISTA DE MAQUINAS, APARELHOS E EQUIPAMENTOS, EXCETO DE TECNOLOGIAS DE INFORMACAO E COMUNICACAO
467 COMERCIO ATACADISTA DE MADEIRA, FERRAGENS, FERRAMENTAS, MATERIAL ELETRICO E MATERIAL DE CONSTRUCAO
468 COMERCIO ATACADISTA ESPECIALIZADO EM OUTROS PRODUTOS
469 COMERCIO ATACADISTA NAO-ESPECIALIZADO

 Group Sistemas
Somos uma empresa brasileira e gaúcha que visa fornecer aos nossos clientes um serviço com qualidade e sustentabilidade que reduz custos e riscos, aumentando o desempenho do seu negócio e tornando os seus processos mais assertivos.

Entre em contato e solicite seu orçamento.

| Fone: (54) 3701-4044
| Site: www.groupsistemas.com.br


LEIA TAMBÉM: Bloco K: conheça 3 vantagens de se adequar a essa exigência